HOME  HOME  ExpoBrazil - Agaricus, herbs, propolis for health and beauty.  Nikkeybrasil Quem Somos Biografias Indice de Biografias Forum Fotos de Biografias Links Contato  em japones




Jogadores brasileiros fomentam o futebol japonês

Muitos jogadores brasileiros como Heber Gloria de Oliveira jogam para times japoneses
Amaral, Kelly e Jean: os três brasileiros do Tokyo FC treinam juntos
Amaral, Kelly e Jean: os três brasileiros do Tokyo FC treinam juntos
O meio-campo Heber Gloria de Oliveira, 19 anos, ex-jogador do Figueirense FC, desembarcou no arquipélago segunda-feira 9 para jogar no FC Tokyo. O time, que venceu o Tokyo Verdy por 2 a 1, quarta-feira 18, e está na terceira colocação da J-League, já conta com três jogadores brasileiros. Masahiro Shimoda, do departamento técnico, é o encarregado de descobrir novos talentos no Brasil e resolveu apostar no jovem Oliveira. Essa é a primeira vez que o ele é contratado por um time fora do Brasil e suas expectativas são grandes. Oliveira começou a participar dos treinos na terça-feira 17. O FC Tokyo treinou contra o Urawa Reds quinta-feira 19 e Oliveira teve sua primeira oportunidade de introsamento em campo. Nobuki Kobayashi, gerente do departamento de relações públicas do FC Tokyo, assistiu a partida com atenção. "Sei que ele é um bom jogador e que tem muita técnica e estou ansioso para vê-lo em campo", afirmou Kobayashi. Oliveira entrou no segundo tempo e mostrou que veio para jogar, impressionando os jogadores do Urawa. Wagner Pereira Cardozo, conhecido pelos fãs como Amaral, está no FC Tokyo há 10 anos e já está acostumado a dar apoio aos novos jogadores que chegam. "No começo a comunicação é um pouco complicada, mas no campo, a linguagem é uma só e essa é a beleza do futebol", disse o experiente jogador. Oliveira está aprendendo a lidar com a saudade e a diferença cultural. "O Amaral, o Kelly e o Jean estão me dando todo o apoio e os japoneses também estão me recebendo muito bem", afirmou Oliveira. Além disso o jogador está tendo que se adaptar ao futebol japonês. "Já joguei contra times do Japão, mas agora tenho que me adaptar ao estilo deles: é um jogo de muita força e velocidade, diferente do nosso futebol técnico e de toque de bola", declarou. Jean Carlo Witte, jogador brasileiro que está no Tokyo FC desde o começo do ano, aconselha a seguir os costumes japoneses. "Com o tempo a gente vai aprendendo algumas palavras e a comunicação melhora", disse. Oliveira garantiu que está se adaptando rapidamente e que logo estará preparado para jogar com o time oficial. As normas da J-League limitam em três o número de jogadores estrangeiros por time e por isso sua estréia não está definida. "Como o time já tem três brasileiros, só vou poder jogar em casos de substituição, mas sei que logo vou ter chance de entrar em campo", disse confiante.


Esta página foi visitada 793903 vezes! Copyright 2002-2003 40 Anos All rights reserved
Desenvolvido e mantido por AbraOn.