HOME  HOME  ExpoBrazil - Agaricus, herbs, propolis for health and beauty.  Nikkeybrasil Quem Somos Biografias Indice de Biografias Forum Fotos de Biografias Links Contato  em japones




Pride reuniu grandes lutadores brasileiros

Antônio Inoki, Wanderlei Silva, Minotauro e Royce Gracie
O veterano Antônio Inoki em entrada triunfal
O veterano Antônio Inoki em entrada triunfal
O Summer Night Fever Dynamite, primeiro evento misto de Pride e K-1 realizado em um estádio aberto, contou com a presença de três dos mais famosos lutadores brasileiros, quarta-feira 28. Foram oito lutas, algumas seguindo as regras do Pride e outras seguindo as regras do K-1. O evento contou ainda com a presença de outro brasileiro famoso, Antônio Inoki. Mais de noventa mil pessoas lotaram o Estádio Nacional em Tokyo. Os brasileiros que foram assistir voltaram orgulhosos do desempenho dos lutadores.
A primeira luta foi a do paranaense Wanderlei Silva contra o japonês Tatsuya Iwasaki. Wanderlei foi rápido, vencendo já no primeiro round, a 1 minuto e 16 segundos de luta. "Eu entrei decidido a vencer e não deu tempo de ver o que o adversário tinha para mostrar, mas respeito qualquer um que entre num ringue para lutar comigo", disse durante entrevista. Segundo ele, seus planos são de ficar mais conhecido no Japão e fazer com que sua escola cresça cada vez mais.
Antonio Rodrigo Nogueira, o Minotauro (1,91m e 104kg), enfrentou o americano Bob Sapp, um gigante com 2,15m de altura e cerca de 160kg. Sapp é ex-jogador de futebol americano e vem de duas vitórias convincentes no Pride, ambas por nocaute, mas não resistiu a técnica e força de Nogueira. A luta foi bastante tensa e deixou Bob Sapp com um corte na testa. "Me espantei não só com o famoso queixo de aço do Minotauro, mas também com o seu pescoço", disse Sapp depois da luta. Nogueira fez um pequeno discurso depois de sua vitória, agradecendo o apoio de seu time e dos brasileiros. "Eu posso vencer qualquer com a ajuda de vocês", disse. Inconformado com a derrota, Sapp pediu uma revanche, que foi rapidamente aceita por Nogueira. Resta saber onde será o próximo encontro dos dois.
Uma das lutas mais esperadas da noite era a de Royce Gracie contra o judoca Hidehiko Yoshida. Para os brasileiros, o sonho acabou aos 7 minutos e 24 segundos quando o juíz declarou a vitória de Yoshida por nocaute. A família Gracie não se conformou com o resultado. "Segundo as regras do Pride, o juíz não poderia ter parado a luta, meu filho ainda estava consciente", disse Hélio Gracie. A maioria dos japoneses ignorou, o pedido dos Gracie de que a luta fosse anulada. Para Yoshida, a vitória em sua primeira competição profissional, não foi exatamente como ele esperava. "Gostaria de ter lutado com ele até que ele estivesse satisfeito com o resultado", declarou.


Esta página foi visitada 825676 vezes! Copyright 2002-2003 40 Anos All rights reserved
Desenvolvido e mantido por AbraOn.