HOME  HOME  ExpoBrazil - Agaricus, herbs, propolis for health and beauty.  Nikkeybrasil Quem Somos Biografias Indice de Biografias Forum Fotos de Biografias Links Contato  em japones




Banco do Brasil no Japão

Shirai Bldg. 2909-1 Fuchigashira-machi, em Mitsukaido, Ibaraki
Shirai Bldg. 2909-1 Fuchigashira-machi, em Mitsukaido, Ibaraki
O Banco do Brasil no Japão comemora os seus 30 anos com uma recepção oficial em Tokyo, no dia 11 de abril. No mesmo dia serão inauguradas as três novas agências de Ibaraki, Nagano e Gifu. Ao mesmo tempo, o Banco do Brasil lança também um novo serviço de remessas através da internet, que promete facilitar a transação. O banco já vem promovendo o lançamento de inúmeros produtos como o cartão magnético para uso nas agências de correio e o sistema de internet banking. Em pouco tempo estará a disposição também o novo serviço de central telefônica. Está previsto também o lançamento de um cartão de crédito em ienes, o que comprova o quanto o banco está apostando em novos serviços. "Nosso objetivo é solildificar a nossa presença no Japão. Hoje nós temos condições tecnológicas de atender melhor e de competir inclusive com bancos japoneses", explicou Mauro Cezar dos Santos, gerente-geral em exercício.
Dependendo da performance das novas agências, o Banco do Brasil deve abrir ainda esse ano outras três agências, segundo Roberto de Camillo, diretor do Banco do Brasil no Japão e na Ásia.
A primeira agência do Banco do Brasil foi inaugurada em 17 de fevereiro de 1972. Na época, o banco desempenhava um papel bastante diferente. Inicialmente o banco se instalou como um banco internacional. "Quase não existiam brasileiros aqui e o banco atuava junto às empresas japonesas e fomentando o comércio exterior entre os dois países", contou Santos. O curso da história levou o banco a mudar o seu perfil, passando a atender diretamente a comunidade brasileira, que se expandiu na década de 90. Para isso, o banco teve de sofrer adaptações intenas. O atendimento e os funcionários que eram na sua maioria japoneses, tiveram de passar a usar o português. "O banco teve de mudar totalmente. Hoje o banco é um pedacinho de Brasil", disse Santos.
A partir de meados da década de 90, o banco começou a investir em serviços para atender a comunidade crescente. A primeira agência a ser inaugurada foi a de Hamamatsu, em 1994. Quatro anos mais tarde, foi a vez de Nagoya e no ano passado foi aberta a agência de Gunma. Os invesntimentos foram feitos de forma planejada e de maneira a garantir um retorno e isso deve continuar acontecendo dessa mesma maneira. "Os investimentos estão se tornando mais rápidos, mas ainda assim precisamos estudar o mercado. As novas agências que serão inauguradas no dia 11 serão analisadas por um período de seis meses até que possamos pensar em abrir outras", disse Santos.
"Essa é uma operação única no mundo e é muito difícil trabalhar com varejo em países estrangeiros", explicou Santos.
"O Banco do Brasil no Japão está pronto a servir seus clientes com o que existe de melhor e mais sofisticado, com a mesma tecnologia, perfil e espírito do Banco do Brasil no Brasil", garantiu Santos. O banco busca ganhar espaço não só no mercado para brasileiros, mas também concorrendo com outros bancos internacionais e mesmo japoneses. "Hoje nós centralizamos a coordenação das operações na Ásia, não só na área coorporate, mas também buscando ganhar clientes estrangeiros aqui no Japão", disse Santos.


Esta página foi visitada 773578 vezes! Copyright 2002-2003 40 Anos All rights reserved
Desenvolvido e mantido por AbraOn.