HOME  HOME  ExpoBrazil - Agaricus, herbs, propolis for health and beauty.  Nikkeybrasil Quem Somos Biografias Indice de Biografias Forum Fotos de Biografias Links Contato  em japones




Cooperação Universitária gera maior intercâmbio entre Brasil e Japão

Miriam Wimmer, José Marcos Domingues de Oliveira, Tatiana Bukowitz e Mariana Suzuki Sell, fortalecendo as relações entre os dois países
Miriam Wimmer, José Marcos Domingues de Oliveira, Tatiana Bukowitz e Mariana Suzuki Sell, fortalecendo as relações entre os dois países
José Marcos Domingues de Oliveira, professor titular da faculdade de direito da UERJ, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, e duas estudantes da mesma universidade se encontram no Japão, como parte do Programa de Intercâmbio Acadêmico Cultural Contemporâneo Brasil-Japão da UERJ. O professor Domingues está no Japão fazendo sua pesquisa sobre Direito Tributário Ambiental como pesquisador visitante da Universidade de Waseda.
Esse é o primeiro ano que a Universidade de Waseda e a Universidade de Estudos Estrangeiros de Tokyo recebem alunos e professores da UERJ. "Esperamos estar recebendo o primeiro aluno da Universidade de Estudos Estrangeiros de Tokyo na UERJ no próximo ano", afirmou Domingues. No Brasil, o intercambista deve estudar português, história e economia do Brasil, entre outras coisas.
Domingues é o fundador e diretor do Programa de Intercâmbio Acadêmico Cultural Contemporâneo Brasil-Japão, que existe desde 1999. A finalidade do programa é de contribuir para o melhoramento das relações entre Brasil e Japão. "Sem um conhecimento recíproco que leve a uma confiança mútua não é possível evoluir tanto nas relações políticas quanto nas relações econômicas", disse o professor. Segundo ele, o campo acadêmico que proporciona intercâmbios culturais, é o mais adequado para fortalecer as relações entre os países.
Miriam Wimmer, estudante da faculdade de Direito da UERJ, está estudando na Universidade de Waseda e Tatiana Bukowitz estão estudando nessas duas universidades. Segundo ela, as diferenças entre os dois países é tão grandes que não faltam oportunidades de aprendizado. Tatiana Bukowitz, socióloga, também da UERJ, está na Universidade de Estudos Estrangeiros de Tokyo.
Mariana Suzuki Sell, advogada, formada pela UERJ e ex-aluna do professor Domingues, está estudando na Universidade de Kyoto. Embora ela não faça parte do programa de intercâmbio da UERJ, esteve participando do encontro proporcionado pela Embaixada do Brasil.
Outros projetos desenvolvidos pelo programa da UERJ envolvem os 120 alunos de língua japonesa do curso de extensão, aberto à comunidade carioca e fluminense em geral, assim como os 25 alunos do curso de Introdução aos Estudos Japoneses, para profissionais graduados.


Esta página foi visitada 837297 vezes! Copyright 2002-2003 40 Anos All rights reserved
Desenvolvido e mantido por AbraOn.